Seminarista condenado por abuso sexual tem pena reduzida

O seminarista Tamilson Souza de Carvalho, de 27 anos, condenado em primeira instância a 25 anos de prisão em regime fechado, por abusos sexuais contra quatro meninos de 8 a 11 anos de idade, teve a pena reduzida para 7 anos de prisão em regime fechado, pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.Os atos de pedofilia ocorreram na igreja da Comunidade Santo Antônio, em Vila Clarice, onde as vítimas eram coroinhas e Tamilson residia em um quarto e auxiliava na administração da igreja. O Seminarista foi denunciado pelo padre Carlos Augusto Teles de Lima, após receber reclamações de várias crianças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.