Seminarista pedófilo é detido em SP

Um seminarista foi preso sob a acusação de pedofilia em igreja de Pirituba, na zona Oeste da capital paulista. Tanilson Souza Carvalho, de 25 anos, foi detido por policiais militares no início da noite de ontem. Ele foi denunciado por pais e mães de crianças que freqüentavam a igreja Santo Antônio, localizada na rua Nuno Mendes Torres, 169, na Vila Clarice. Tanilson, que veio do seminário Frei Galvão, no Tatuapé, morava há 9 meses na igreja, por autorização do padre Carlos Augusto Teles de Lima. Pelo menos quatro meninos, com idades entre 7 e 11 anos, confirmaram terem sido molestadas sexualmente pelo seminarista nos últimos quatro meses. As crianças já haviam contado ao padre Carlos o que estava ocorrendo há cerca de duas semanas. Ontem, o padre se reuniu com o bispo da Lapa para decidir o que seria feito, mas um parente de uma das vítimas se antecipou e chamou a Polícia Militar. Os PMs chegaram à igreja no momento em que o seminarista se preparava para fugir e conseguiram detê-lo já na rua. Tanilson foi levado para o 33º Distrito Policial, em Pirituba, onde o delegado Edmundo Franco, depois de ouvir os menores, o indiciou por atentado violento ao pudor e solicitou sua prisão provisória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.