Senado aprova data-limite para regulamentação de armas

O Senado aprovou nesta quarta-feira, com alterações, a medida provisória que fixa a data-limite para a regulamentação das autorizações e renovações de portes e registros de armas de fogo. O prazo determinado é 23 de junho deste ano, mas só valerá após a votação da medida provisória na Câmara e da sanção do texto pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.A emenda aprovada é de autoria do senador Leonel Pavan (PSDB-SC) e suprime do texto a possibilidade de o proprietário da arma portá-la no local de trabalho. Pavan argumentou que, a vigorar o texto aprovado pela Câmara, qualquer profissional poderia portar uma arma, mesmo sem necessidade. Seria o caso, por exemplo, de um motorista de táxi, que estaria apto a portar permanentemente uma arma de fogo, já que seu local de trabalho é o próprio automóvel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.