Senado vota empréstimo do Bid na quarta-feira, diz Marta

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, recebeu a garantia do líder do governo no Senado, Aloísio Mercadante (PT-SP) de que o Senado Federal vota na próxima quarta-feira, dia 11, o pedido da autorização para um empréstimo de US$ 100 milhões junto ao Banco InterAmericano de Desenvolvimento (BID). A Câmara dos Deputados já aprovou o financiamento que será usado para projetos de reabilitação urbana da área central de São Paulo."Tive a garantia de que o pedido será colocado em votação nesta quarta-feira", disse Marta, durante almoço com empresários dos bairros paulistanos da Mooca e do Brás que participam do projeto de revitalização da rua do Gasômetro.Ao elogiar o projeto de revitalização do Brás e da Móoca, Marta disse seu avô, se tivesse vivo, ficaria feliz com a obra já que ele freqüentou os bairros por mais de 40 anos, com proprietário de uma fábrica, a Metalúrgica Fracalanza, na rua do Bresser, que produzia baixelas e talheres, além de outras utilidades domésticas. De acordo com Vitor Manoel Andrade, que preside uma associação do bairro, a prefeitura está viabilizando um projeto de mais de 15 anos.ChuvasAo término de uma semana em que São Paulo foi arrasada por chuvas torrenciais, que deixaram milhares de desabrigados e muito prejuízo material na cidade, Marta agradeceu às manifestações de solidariedade da população. "A cidade se uniu na festa e depois a cidade se uniu na tragédia desta semana que foi a chuva", afirmou, referindo-se ao aniversário de São Paulo, no último dia 25 de janeiro.Marta comentou os estragos feitos pela chuva, apesar dos investimentos dos três primeiros anos de seu governo, como a construção de 6 dos 9 piscinões da Zona Leste. Segundo ela, uma moradora da região do Córrego do Aricanduva, onde a prefeitura fez um investimento de R$ 90 milhões, disse que a enchente em sua casa foi de 60 cm contra 1m50 de outras ocasiões.A prefeita disse ainda que mais investimentos precisam ser feitos na região, mas lembrou que a questão cultural ainda é um problema grave já que toneladas de lixo são jogadas nos córregos de São Paulo.Marta desmentiu formalmente notícia publicada por um jornal paulista de que parte das obras em construção não serão entregues em 2004. "Todas as obras iniciadas no nosso governo serão terminadas até o final do mandato", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.