Senador Paulo Paim defende voto aberto

SENADO

, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2010 | 00h00

O senador Paulo Paim, do PT-RS, defendeu sexta-feira o fim do voto secreto já para os próximos dias. Assunto da proposta de emenda constitucional 38/04, que passou na CCJ na semana passada, Paim diz que os parlamentares têm de explicar seus votos. "É inadmissível, em um país democrático, que se tenha de votar escondido."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.