Senadores se reúnem com MP e discutem obra do Metrô

Integrantes da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado tiveram nesta segunda-feira, 26, uma reunião na sede do Ministério Público de São Paulo, parara colher informações sobre projetos de Parceria Público-Privada (PPP), incluindo a parceria assinada pelo Metrô e o Consórcio Via Amarela, responsável pelas obras da futura Linha 4-Amarela. Os senadores Aloizio Mercadante (PT-SP), Eduardo Suplicy (PT-SP), Romeu Tuma (PFL-SP), Garibaldi Alves (PMDB-RN), Flexa Lima (PSDB-PA) e Cicero Lucena(PSDB-PB), que integram a comissão do Senado, não deram entrevista após a reunião, por volta das 11 horas. Entre as atribuições do Senado está a de analisar todos os projetos de PPP no País, uma vez que a casa é a responsável financeira pelos contratos. Do lado da Justiça, participaram da reunião o procurador-geral de Justiça do Estado, Rodrigo Rebello Pinho, a procuradora de Justiça, Marisa Rocha Teixeira Dissinger e os promotores Carlos Alberto Amim Filho e José Carlos Blat. Em seguida, por volta das 11 horas, os senadores foram à Secretaria Estadual de Justiça e Defesa da Cidadania de São Paulo, onde deveriam se reunir com integrantes do Governo do Estado, responsáveis pelas obras do Metrô, entidades da sociedade civil, além de autoridades que investigam o acidente ocorrido nas obras da Linha 4, na futura estação Pinheiros, que causou a morte de sete pessoas no dia 12 de janeiro deste ano. Mais tarde, senadores deveriam se reunir com integrantes do Consórcio Via Amarela - formado pelas empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão. Texto alterado às 14h55 para inclusão de foto.

Agencia Estado,

26 Fevereiro 2007 | 11h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.