Sequestrada é achada morta em quintal

Cecília Kioko havia desaparecido em dezembro; família pagou resgate

Daniela do Canto e Marcela Spinosa, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2009 | 00h00

Policiais da Divisão Antissequestro (DAS) encontraram anteontem o corpo da microempresária Cecília Kioko Yokohama, de 55 anos, sequestrada em 18 de dezembro. Apesar de a família pagar o resgate, os bandidos a assassinaram. O corpo foi enterrado no quintal de uma casa na Rua dos Pinheiros, Itaim Paulista, zona leste de São Paulo, onde foi mantida refém. O caso foi desvendado após a prisão de Gerson Conceição dos Santos, o Xepa, acusado de ser mentor do crime. A polícia procura o comparsa de Xepa, Genivaldo Cordeiro de Oliveira, de 42 anos, que está foragido.Cecília foi sequestrada quando chegava à retífica da qual é proprietária, na Rua Manuel de Castilho, no Itaim Paulista, por um grupo de três a cinco pessoas. No dia 31 de dezembro, a família pagou o resgate, mas ela não foi libertada. Nesse dia, teria sido estrangulada. "Xepa contou que foi Genivaldo quem deu uma gravata nela", afirmou o delegado Carlos Castiglioni.Para o policial, Cecília foi morta porque os sequestradores teriam ficado com medo de serem reconhecidos. "Dois dias antes do sequestro, Xepa fez um serviço no cabeçote de seu carro na loja de dona Cecília." O corpo da vítima foi enterrado nu no corredor do quintal, que foi cimentado. Os policiais da DAS prenderam Xepa na tarde de ontem, na região do sequestro. Ele estava acompanhado por outras duas pessoas, em seu Astra. Santos foi levado à delegacia onde, conforme a polícia, confessou o crime e indicou o local onde o corpo estava enterrado. Ele é procurado por estar condenado a 30 anos de prisão por crimes como assassinato. Ele saiu durante um indulto e não voltou mais. Será indiciado por extorsão mediante sequestro seguido de morte. Seu comparsa tem passagem por furto e roubo. A família de Cecília não quis comentar o caso, mas disse que havia esperanças de encontrá-la viva. Ela era viúva e mãe de quatro filhos - três homens e uma mulher. O enterro será hoje, às 10 horas, no Cemitério da Saudade, em São Miguel. FRASESCarlos CastiglioniDelegado da DAS"Xepa (Gerson dos Santos) contou que foi Genivaldo quem deu uma gravata nela (Cecília).""Xepa fez um serviço no seu carro na loja de dona Cecília."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.