Seqüestrador de Wellington Camargo foge em Foz do Iguaçu

Um dos acusados do seqüestro de Wellington José de Camargo, irmão dos cantores Zezé di Camargo e Luciano, em dezembro de 1998, Ozélio de Oliveira, está entre os sete condenados que conseguiram escapar na noite de domingo, 3, do Presídio Estadual de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, considerado de segurança máxima.A fuga ocorreu na ala onde ficam os presos mais perigosos. Até a noite de ontem nenhum tinha sido recapturado. Somadas, as penas de Oliveira chegam a 108 anos de prisão.Segundo as informações, a fuga ocorreu depois das 21 horas. Os presos conseguiram serrar as grades de duas janelas. Como os vãos continuaram pequenos, provavelmente eles retiraram as roupas e saíram com o corpo ensaboado, o que facilitou a passagem.Já fora da prisão, conseguiram rastejar exatamente no local onde não há cobertura do sistema de câmeras, o que leva a crer que o planejamento da fuga é antigo. Depois, arrebentaram as telas e os arames para conseguir a liberdade. O presídio foi inaugurado em 2002 e, até julho deste ano, o sistema de segurança era terceirizado. Depois, passou para o Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.