Seqüestrador é preso em Rio Grande da Serra

Policiais civis do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) detiveram na noite de ontem Gianerso Antunes de Azevedo, 23, acusado de seqüestrar um estudante de 22 anos, filho de empresário do setor metalúrgico de Rio Grande da Serra. O bandido foi detido na própria casa, usada como cativeiro, na Chácara Divinéia, divisa entre Santo André e Rio Grande da Serra. Com o bandido, os policiais encontraram metade dos R$ 20 mil pagos pelo resgate, um revólver e uma garrucha calibre 32. A vítima já havia sido libertada.O comparsa de Azevedo, identificado apenas como Lourival, conseguiu fugir antes da chegada dos policiais civis, e levou com ele um videocassete e uma filmadora exigidos da família da vítima. Azevedo foi indiciado por extorsão mediante seqüestro.O estudante foi dominado pelos bandidos, na noite de quarta-feira (23) na porta de sua casa, localizada na Estrada do Rio Pequeno, próximo ao local do cativeiro, quando acompanhava o serviço que estava sendo realizado no portão eletrônico da casa por um técnico. O alvo dos bandidos era o empresário, pai do rapaz, mas como o dono da metalúrgica não estava, a dupla levou o estudante e o técnico que trabalhava no local.Os dois reféns foram levados numa perua Corsa preta estacionada em frente à casa. Antes de chegarem ao cativeiro, os bandidos libertaram o técnico. Às 12h30 de quinta-feira, depois de receberem o valor do resgate que foi acertado em R$ 20 mil e pago pela família do estudante, a dupla soltou a vítima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.