Seqüestrador foge de presídio pela porta da frente em Maceió

José Cláudio dos Santos, conhecido como "Cow", acusado de participação em vários seqüestros na região metropolitana de Maceió, fugiu pela porta da frente do presídio Baldomero Cavalcanti, usando a farda de um agente penitenciário. A fuga aconteceu na segunda-feira, 24, mas só foi confirmada nesta quarta, 26, pelas autoridades policiais de Alagoas. Cow estava preso desde o final de janeiro, acusado de pertencer a uma quadrilha de seqüestradores que seria liderada pelo vereador Júnior Pagão, do município de Rio Largo, na Grande Maceió. O vereador é filiado ao PV e está com prisão preventiva decretada pela Justiça desde o início de fevereiro. Para o juiz Diógenes Tenório, que integra o Núcleo de Combate ao Crime Organizado - criado recentemente pelo Tribunal de Justiça de Alagoas - a fuga de "Cow" é um fato grave, que põe em risco toda a investigação sobre a suposta quadrilha de Júnior Pagão, foragido. À tarde, a Secretaria de Justiça e Defesa Social divulgou nota à imprensa informando que o secretário, coronel PM Ronaldo dos Santos, determinou o afastamento de todos os agentes penitenciários que estavam de plantão no presídio na segunda-feira. "Lamento o que aconteceu e entendo que esse é um fato vergonhoso", afirmou o secretário, prometendo punir os envolvidos na facilitação da fuga. O coronel Ronaldo pediu que o Ministério Público, a Ordem dos Advogados do Brasil e Conselho Estadual de Direitos Humanos acompanhem o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.