Seqüestradores abordam policiais e são presos

Assaltantes baianos que praticavam seqüestros-relâmpago em Salvador foram surpreendidos ao escolherem as vítimas deste final de semana. Os bandidos passavam pelo bairro da Ribeira, na Cidade Baixa, quando decidiram levar o casal que estava dentro de um Corsa. As supostas vítimas eram policiais militares, e os bandidos acabaram presos. Os policiais Edileno e Gilneide Santos foram levados pelos assaltantes, dois deles menores, para um supermercado na avenida Antonio Carlos Magalhães, uma das mais movimentadas de Salvador. Gilneide ficou como refém, com uma arma apontada para a cabeça, enquanto os outros dois bandidos levaram Edileno para fazer compras, com o objetivo de utilizar o cartão de crédito da vítima. Escolheram uma calça jeans, uma chuteira e, quando procuravam um urso de pelúcia, o policial fez sinal para os agentes de segurança do supermercado. O assaltante que estava no carro se entregou sem reação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.