Seqüestradores de Olivetto têm pena aumentada para 30 anos

A 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça acolheu hoje, por unanimidade, recurso do Ministério Público e aumentou para 30 anos de cadeia a pena imposta ao sete seqüestradores do publicitário Washington Olivetto. O tribunal aplicou aos réus pena de 19 anos de prisão em regime fechado, por seqüestro qualificado, cinco anos por crime de tortura e seis anos por formação de quadrilha armada, em regime inicialmente fechado. São eles: Alfredo Augusto Canales Moreno, Karina Dana Germano Lopes, Marco Rodolfo Rodrigues Ortega, Martha Ligia Urrego Mejia, Mauricio Hernandes Norambuena e William Gauna de Cerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.