Seqüestradores libertam reitor no Recife

O reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Emanuel Dias, de 53 anos, foi libertado nesta madrugada por seqüestradores no bairro de Jardim São Paulo, no Recife. A família pagou o resgate, mas não quer informar a quantia negociada. Além disso, a Polícia não forneceu dados oficiais, segundo o site do Diário de Pernambuco. A família diz que Emanuel Dias passa bem e não sofreu nenhuma violência no cativeiro. Logo após ser libertado, o Grupo de Operações Especiais (GOE) foi informado e a Polícia Militar prendeu nove suspeitos. Eles estavam bebendo em uma casa, no município de Abreu e Lima. Por falta de provas que envolvam os suspeitos ao caso do reitor, os seis homens e as três mulheres foram presos em flagrante - por porte ilegal de armas e entorpecentes. No local das detenções foram encontradas uma espingarda, duas pistolas, 20 papelotes de maconha e relógios. O seqüestro do educador durou nove dias. Ele foi levado, na quarta-feira da semana passada, por volta das 18h, quando teve seu carro cercado por dois veículos, numa via de acesso à orla marítima de Boa Viagem. Emanuel Dias foi retirado do carro à força e o seu veículo foi abandonado no local.

Agencia Estado,

12 Junho 2003 | 09h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.