AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Seqüestradores se acidentam e são presos no PR

Cinco pessoas seqüestraram o mecânico Miguel Broninski, de 37 anos, nesta quarta-feira à noite em Ponta Grossa, a 120 quilômetros de Curitiba, e rodaram com ele por 10 horas no porta-malas do Gol da própria vítima. Eles foram presos na manhã desta quinta-feira após terem se acidentado com o carro.Os cinco foram hospitalizados, mas à tarde estavam sendo transferidos e autuados em flagrante no 4º Distrito Policial da cidade. A polícia suspeita de que eles iam assaltar uma fazenda e um supermercado.O seqüestro começou por volta das 20 horas desta quarta, quando Broninski ia para casa. No caminho foi parado por uma conhecida, que mora na mesma rua que ele, a adolescente V.A.S., de 17 anos, que pediu carona. Logo depois, chegou o irmão da moça, Alexsander Aparecido Schneider, de 23 anos, que rendeu o mecânico com uma faca e o colocou no porta-malas do carro.No Gol também entraram Edson Wilson Borchaki, 22, Dario Adir Vieira, 39, e o marido da adolescente, Anderson Monteiro, 20. Do mecânico eles roubaram R$ 530,00, que ele levava no bolso, e retiraram mais R$ 500,00 com o cartão do banco, obrigando-o a revelar a senha.Os ladrões rodaram durante toda a noite e provavelmente foram até Imbituva, município a cerca de 80 quilômetros -, no carro havia um comprovante de pedágio e um mapa com uma fazenda assinalada, que não teria sido encontrada, além da indicação de um supermercado de Ponta Grossa.Broninski foi amarrado a uma árvore na saída da cidade, às 6 horas da manhã desta quinta, com a ordem de não denunciar ninguém. O mecânico conseguiu se soltar e avisou a polícia, que se dirigiu ao local e encontrou o automóvel, que tinha capotado nas proximidades. Os cinco seqüestradores estavam feridos e foram levados para o hospital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.