Sequestro termina sem feridos em Osasco

Homem manteve a família refém por mais de 3 horas em residência

Pedro da Rocha, do estadão.com.br

01 de julho de 2011 | 00h30

SÃO PAULO - Terminaram as horas de tensão em que um homem fez a família refém em Osasco, na Grande São Paulo. O sequestrador liberou a ex-mulher, a filha e o filho, que é cadeirante. Os bombeiros foram chamados por volta de 20h34 de quinta-feira, 30, para atender o chamado de briga entre casal, e por volta de 23h34 os negociadores da Polícia Militar (PM) conseguiram um desfecho positivo.

O homem ameaçou a família com uma faca e espalhou álcool pela residência, localizada na Rua General Pedro Pinho, Vila Pestana. O Grupo de Operações Táticas Especiais (Gate) conduziu as negociações, e a família foi levada, por precaução e sem ferimentos, para um Pronto Socorro da região. O caso foi encaminhado ao 1ºDP de Osasco.

Mais conteúdo sobre:
Osasco, sequestro, violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.