Sergio Cabral sobe seis pontos e amplia vantagem

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira indica que o candidato do PMDB ao governo do Estado do Rio, senador Sérgio Cabral Filho, ampliou a vantagem que tinha sobre seus adversários. Em maio, ele tinha 35% das intenções de voto, índice que cresceu para 41% na sondagem realizada na segunda e na terça-feira passadas.Embora Sergio Cabral ter alcançado 52% dos votos válidos, a margem de erro da pesquisa, de 3%, impede que se afirme com certeza que o peemedebista venceria no primeiro turno. Considerada a margem, ele teria entre 49% e 55% dos votos válidos e para evitar o segundo turno o candidato precisa ter 50% mais um voto.O principal concorrente de Cabral Filho, o senador Marcelo Crivella (PRB), cresceu 2%, chegando a 20% das intenções de voto. Na simulação de um eventual segundo turno, Cabral Filho venceria por 54% a 29%. A pesquisa Datafolha entrevistou 1.243 eleitores em 34 municípios.Os candidatos Denise Frossard (PPS), Eduardo Paes (PSDB), Vladimir Palmeira (PT) e Milton Temer (PSOL) oscilaram um ponto para menos. Denise tem 9%; Paes, 3%; Vladimir, 1%; e Temer, 1%. Carlos Lupi (PDT) cresceu um ponto, chegando a 2%. Alexandre Furtado (PSL), Luiz Novaes (PSDC) e Eliane Cunha (PRP), que não foram incluídos na pesquisa de maio, têm 1% cada. A candidata Telma Maria Bastos (PCO) não alcançou 1% das intenções de voto.O porcentual de votos em branco ou nulo caiu de 13% para 9%. O índice de eleitores que disse não saber em quem votaria ou que não opinaram se manteve estável em 12%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.