Série de atentados em SC tem trégua neste sábado

Após nove dias seguidos de ataques, nenhuma ocorrência foi registrada pela Polícia Militar durante a madrugada

Júlio Castro, estadão.com.br

09 Fevereiro 2013 | 11h40

FLORIANÓPOLIS - A série de atentados em Santa Catarina sofreu uma trégua. Depois de nove dias seguidos de ataques, nenhuma ocorrência foi registrada pela Polícia Militar na madrugada de sábado, 9.

Desde o dia 30 de janeiro são 83 registros de vandalismo em 26 municípios catarinenses. A última ação criminosa aconteceu por volta ds 12h30, na cidade de Rio do Sul, onde um ônibus urbano foi incendiado. Nos últimos nove dias foram cometidos, em média, nove ataques.

A trégua estratégica de sexta-feira de carnaval contribui para derrubar a tese do comando de segurança no Estado que chegou a afirmar que os últimos atentados vinham sendo cometidos por vândalos oportunistas sem vínculo com o crime organizado ou liderados pela facção Primeiro Grupo Catarinense (PGC).

Mesmo com a parada, a PM informa que o esquema de segurança seguirá reforçado e inalterado até que as ações cessem definitivamente. Ônibus e automóveis incendiados, ataques contra instalações públicas de segurança, contra veículos particulares e até mesmo tiros contra a força policial caracterizaram a nova série de atentados em todas as principais cidades catarinenses.

Com o apoio do governo federal, o governador Raimundo Colombo anunciou na noite de sexta-feira que 20 presos de alta periculosidade e que tenham ligação comprovada com a PGC serão transferidos para presídios federais de segurança máxima. O governo federal tem disponível 30 vagas para presos de Santa Catarina. A Secretaria de Segurança Pública já descartou anunciar os nomes e quando estes presos serão realocados por questões de segurança.

Mais conteúdo sobre:
Santa Catarina ataques em SC

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.