Serra diz que candidatura petista em SP está envolvida no escândalo

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, disse, no início da tarde desta quarta-feira, 20, acreditar no envolvimento do candidato estadual do PT, Aloizio Mercadante, no escândalo da compra de dossiê contra os tucanos."Há uma baixaria eleitoral feita pelo PT e que envolve o presidente do partido, o candidato do PT em São Paulo e R$ 1,75 milhão. Trata-se de delinqüentes, de comercialização de baixarias", disse Serra.Indagado se estaria acusando Mercadante de participar da negociação do dossiê, Serra respondeu que se referia "à candidatura de São Paulo", que, segundo ele, seria a principal beneficiada pelas acusações presentes no dossiê.O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, que concedeu entrevista ao lado de Serra, comentou as críticas do presidente Lula sobre a oposição. "Concordo com Lula que ele esteja irritado com a oposição, mas a maior oposição que ele vem tendo ao longo do governo é do seu próprio partido".Os candidatos tucanos aos governos de Minas e São Paulo participaram do lançamento do programa de governo do candidato do PSDB à presidência, Geraldo Alckmin, na Marina da Glória, no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.