Serra diz que não há base jurídica para notícia-crime

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, afirmou neste sábado que "não há a menor base jurídica" para a decisão do PT de protocolar notícia-crime contra ele, acusando-o de calúnia, injúria e difamação, por ter falado em "indícios" de ligação entre o partido e o PCC. Serra disse que foi o seu advogado quem o informou sobre a falta de base jurídica. Ele mesmo não leu o texto da notícia-crime protocolada pelo PT na Justiça Eleitoral. O candidato do PSDB reiterou que não há problema nenhum em se levantar a possibilidade de investigação sobre algum assunto.Ele reconheceu que a situação da segurança pública em São Paulo é de crise com as ações do PCC. Disse também que o policiamento dentro dos ônibus em situações como esta é medida acertada, o que não seria necessário num quadro normal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.