Serra e Alckmin ficam presos em elevador em SP

O presidenciável tucano, José Serra, comemorou uma vitória ontem. Foi ter conseguido escapar de um elevador enguiçado no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. A porta não abria. Serra, o pré-candidato tucano ao governo paulista, Geraldo Alckmin, e assessores ficaram presos não mais que cinco minutos. Quando livre, Serra, que diz não ser claustrofóbico, apesar de dar todos os sinais, levantou os braços em celebração. / R.A.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.