Serra e Kassab atraem assessores ao Anhembi

Na primeira noite do desfile, uma profusão de políticos municipais e estaduais estiveram no camarote da Prefeitura. Mas o clima não era para conchavos. O prefeito Gilberto Kassab veio com uma trupe de secretários. O dos Transportes e Serviços, Alexandre de Moraes, não saía do seu lado. O coordenador das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, que no mandato anterior fazia o papel de fiel escudeiro do prefeito, chegou com o amigo, o governador José Serra, e pouco interagiu com seu chefe. O cerimonial criou um espaço dentro do camarote que isolou o prefeito e o governador do público, o que desagradou Kassab. Aplausos e vaias foram ouvidos enquanto eles estiveram presentes. Ambos deixaram o camarote antes da 1 hora. Na parte de baixo, o secretário de Saúde, Januário Montone, era um dos mais despojados, de sandália e uma bolsa a tiracolo, contrastando com o visual sisudo do dia-a-dia. O secretário estadual do Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, passeou também pelo sambódromo com a mulher, dona Lú. O companheiro de todas as horas, vereador Gabriel Chalita, bastante à vontade, ajudou Alckmin a suportar o clima. Na madrugada de domingo, Kassab aproveitou para fazer política. Visitou as rádios instaladas no sambódromo, até as difusoras das cidades do interior. Também foi até a dispersão cumprimentar sambistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.