Serra interrompeu ceia

Quando o governador José Serra (PSDB) soube do problema no Hospital das Clínicas, eram mais de 23 horas do dia 24. Serra se preparava para passar a ceia natalina com a família. Foi quando decidiu ir até o local. Na porta do hospital, o governador falou com a imprensa. Já era madrugada. Sem emitir parecer sobre a causa do incêndio, disse apenas lamentar o ocorrido. "É triste, lamentável, ainda mais numa noite como essa. Qualquer noite seria um problema, mas na noite de Natal é pior ainda."No dia 12 de janeiro, quando desabaram as obras da futura Estação Pinheiros do Metrô e sete pessoas morreram, Serra só foi ao local depois de várias autoridades. Em junho, na tragédia do avião da TAM em Congonhas, ele se antecipou e seguiu rapidamente para o local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.