Serra pede a padre Cícero 'para ganhar a eleição'

No reduto de Ciro Gomes (PSB), o presidenciável tucano foi recebido em clima de campanha, com direito a carreata

Ângela Lacerda, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2010 | 00h00

ENVIADA ESPECIAL

JUAZEIRO DO NORTE

Em visita a Juazeiro do Norte, no sertão do Cariri cearense, o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, admitiu ter feito alguns pedidos aos pés da imagem de Padre Cícero, na Serra do Horto. "Pedi por meus netos e para ganhar a eleição", disse, acrescentando que visitar o local "é bom para iluminar os próximos meses que serão decisivos".

Serra foi recebido em clima de campanha, com foguetório, banda de música e carreata com 50 motos que o acompanharam por 15 quilômetros, do aeroporto regional até o local onde fica a estátua do religioso cearense.

Em frente à estátua, o pré-candidato assistiu à apresentação do reisado Estrela Guia, de quem recebeu uma pequena imagem do religioso - considerado santo pela população embora não seja reconhecido pela Igreja Católico como tal.

Serra mostrou conhecimento sobre a vida e a obra de padre Cícero Romão Batista, destacando sua importância não só na espiritualidade, mas também nas áreas social e ambiental. "Aqui é um centro espiritual do Nordeste do Brasil", disse o tucano.

Em rápida entrevista, o pré-candidato preferiu não comentar as últimas pesquisas de intenção de votos e disse que não tinha informação completa para comentar sobre o acordo entre Brasil e Irã.

Benfeitor. De Juazeiro do Norte, a caravana seguiu para o município vizinho de Barbalha, onde foi recebido no Hospital e Maternidade São Vicente de Paula. Faixas e a Banda Municipal Filarmônica São José o recepcionaram. No hospital - beneficiado com recursos do governo federal quando Serra foi ministro da Saúde e que hoje atende 200 municípios do Nordeste - ele recebeu o título de Benfeitor Emérito.

Na última parada da noite, no Crato Tênis Clube, a 25 quilômetros de Barbalha, Serra participou de encontro aberto com lideranças de 42 municípios do do PSDB, DEM, PPS, PP, PSL, PTB e PMN. Três mil pessoas lotaram o clube.

Ao discursar para a plateia empolgada, Serra firmou estar em sua 9.ª eleição. "Mas nunca encontrei no Brasil gente tão emocionada, sensibilizada e engajada numa candidatura."Serra foi acompanhado durante toda a visita ao Cariri pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), seu maior cabo eleitoral no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.