Serra promete investir em esporte

Na apresentação feita pelo Comitê Olímpico Brasileiro sobre os Jogos de 2016 no Rio, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, prometeu construir centros de excelência para prática esportiva, criticou a falta de uma política nacional para o setor e afirmou que será o próximo governo quem gerenciará a preparação do País para o evento.

Alfredo Junqueira / RIO, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

O tucano deixou claro que, se eleito, não vai aceitar a indicação do ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior, para comando da Autoridade Pública Olímpica. A APO é um consórcio entre os governos federal, estadual e municipal para coordenar ações de planejamento e entrega de obras para a Olimpíada de 2016.

"Quem vai imprimir a direção do trabalho vai ser o próximo governo", disse Serra. "O próximo governo retificará tudo aquilo que não considerar adequado."

O candidato recebeu das mãos do presidente do COB, Carlos Nuzman, o Dossiê Olímpico, e do judoca Flávio Canto, medalhista olímpico, uniforme da delegação brasileira dos jogos.

Serra terminou o dia fazendo um corpo a corpo no bairro da Taquara, zona oeste do Rio. Foi cumprimentado, bebeu chope e caminhou 200 metros, antes de pegar o carro e voltar para São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.