Serra reafirma não disputar eleição em 2012

Depois de participar de um seminário sobre os problemas das grandes cidades do mundo, o candidato derrotado à Presidência José Serra (PSDB) reafirmou que não pretende disputar a Prefeitura de São Paulo em 2012, conforme antecipou o Estado na semana passada. "Não vou concorrer", disse o tucano em Chicago, ao sair do Global Metro Summit, evento organizado anualmente pela London School of Economics (LSE) e pelo Brookings Institution que, dois anos atrás, foi realizado em São Paulo.

Denise Chrispim Marin, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2010 | 00h00

Na semana passada, diante de cerca de 200 sindicalistas da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Serra havia dito que não disputaria a eleição municipal de 2012. Ontem, reiterou a posição e, ao ser questionado sobre as propostas de "refundação do PSDB" defendidas por colegas como o senador eleito Aécio Neves (MG) e o governador eleito Geraldo Alckmin (SP), disse que o tema envolve "muitas fantasias".

Em sua palestra no evento da LSE, Serra mencionou a "exaustiva" campanha presidencial deste ano e agradeceu a "excelente oportunidade" oferecida pela conferência sobre urbanismo para "retomar o contato com amigos e tomar novas idéias sobre políticas públicas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.