Serra terá agenda cheia até fim do mês

Compromissos são filmados por equipes de TV, que colhem material para propaganda

Julia Duailibi, O Estadao de S.Paulo

23 de março de 2010 | 00h00

O governo paulista prepara uma agenda carregada para as duas últimas semanas de gestão do governador José Serra (PSDB), que deverá se desincompatibilizar do cargo até o dia 3 de abril para disputar a Presidência da República como candidato da oposição. Até o final do mês, o tucano estará presente em inaugurações de obras de infraestrutura, projetos sociais e até anunciará ações de governo que serão concluídas pela próxima administração.

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gifLula: 'Nunca se investiu tanto em infra'

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gifAécio dá aumento a servidores

 

Os compromissos, sempre acompanhados por equipes de TV ? inclusive contratadas pelo PSDB, que colhem material para o programa na televisão da legenda ? estão sendo escolhidos a dedo pelo comitê de agenda do governador, que é quem dá a palavra final sobre sua participação. Esse comitê, presidido pelo secretário-chefe da Casa Civil, Aloysio Nunes Ferreira, reúne-se todas as segundas-feiras para definir as prioridades da semana e segue a orientação da secretária particular do governador, Ieda Areias, que compila as sugestões de todas as secretarias.

Nos últimos dias, as agendas, que já eram divulgadas algumas horas antes dos eventos, por e-mail, passaram a ser fornecidas apenas por telefone ? a ideia é evitar que haja tempo para mobilizações e protestos, como o dos professores em Francisco Morato, na semana passada.

Cardápio. Esse comitê já engatilhou a presença do governador em eventos considerados prioritários nesta reta final do governo. Consta da previsão para essas últimas semanas a entrega de uma das principais obras de infraestrutura do governo estadual, a Nova Marginal.

Também estão no cardápio de entregas o Trecho Sul do Rodoanel, o Complexo Anhanguera e o Parque Jacuí, na capital paulista. Ainda na área de infraestrutura estão previstas inaugurações de pelo menos duas estações do Metrô, que fazem parte do Plano de Expansão dos Transportes Metropolitanos, e a entrega de estradas vicinais, no interior do Estado.

Das iniciativas sociais, o governador deverá marcar presença em solenidade de entrega de novas AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), uma das principais marcas de sua gestão na área da saúde. A previsão é de que Serra participe da entrega de dois ambulatórios antes de deixar o cargo.

Ainda está em avaliação a inauguração pelo tucano de duas unidades da Rede de Reabilitação Lucy Montoro ? em São José do Rio Preto e em São José dos Campos ? que ainda não estão prontas. Neste final de semana, Serra entregou a unidade de Ribeirão Preto e, ontem, a unidade de Campinas.

É provável que o governador participe ainda hoje do anúncio da entrega de um terreno para a construção do teatro da São Paulo Companhia de Dança no centro da cidade. E, no final da semana, está em estudo pelo Palácio dos Bandeirantes a participação de Serra no 54.º Congresso Estadual dos Municípios Paulistas, em Serra Negra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.