Serralheiro que atropelou e matou quatro é condenado

O serralheiro Mário José Carvalho, de 34 anos, foi condenado na noite de segunda-feira, 13, pelo Tribunal do Júri de Ponta Grossa, a 120 quilômetros de Curitiba, a 19 anos de prisão por ter atropelado e matado quatro pessoas e ferido outras dez quando dirigia bêbado.Em fevereiro do ano passado, ele acabou atropelando um grupo de fiéis da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Ele não parou para dar atendimento e somente foi detido quando estava em casa. O advogado de defesa, Zaque Machado, disse que vai recorrer da sentença.Ao ser indagado, no início do julgamento, Carvalho confessou ter tomado dez latas de cerveja entre as 15 horas e a noite daquele dia. Antes de atingir o grupo, que estava sentado em um barranco às margens da estrada, ele bateu em outro carro. Quando atropelou os adolescentes, seu Opala estava com as luzes apagadas.A defesa alegou que houve uma pane, mas a promotoria sustentou que Carvalho as apagou para que o veículo não fosse identificado. A sentença condenatória foi decidida por seis votos contra um. O serralheiro cumpre a pena no Presídio Hildebrando de Souza, em Ponta Grossa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.