Servente é preso acusado de estuprar e matar estudante em Vinhedo

O servente de pedreiro Márcio Albino de Moraes, de 27 anos, foi preso nesta quarta-feira, em Campinas, acusado de estuprar e matar uma estudante de 18 anos, cuja identidade não foi revelada. Moraes estava na casa da sogra, no Jardim Fernanda. A polícia o acusa de ter violentado e assassinado a estudante, encontrada morta na sexta-feira em uma matagal próximo ao Condomínio Grape Village, em Vinhedo. O corpo tinha muitos ferimentos e o maxilar estava quebrado.Moraes teve prisão preventiva de 30 dias decretada pela Justiça de Vinhedo e foi preso pela Polícia Civil da cidade, que investiga o caso. Estudante do terceiro ano do ensino médio, a vítima havia começado em um novo emprego, no condomínio, na sexta-feira, e foi vista viva pela última vez por volta das 13 horas daquele dia. A polícia informou que vários indícios apontaram o pedreiro como suspeito do crime, mas não revelou detalhes.Moraes negou o estupro e o assassinato em depoimento na delegacia de Vinhedo. O delegado Álvaro Santucci Noventa Júnior disse que solicitou exames, inclusive de DNA, para verificar se o sêmen encontrado no corpo da jovem é do acusado. Ele apontou que Moraes tem passagem pela polícia por corrupção de menores e roubo. O suspeito é casado, mas não tem filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.