Servidores da saúde fazem greve na Esplanada dos Ministérios

Cerca de 1220 funcionários mobilizados pelo sindicato reivindicam aumento de salário

Ricardo Chapola, estadão.com.br

17 Maio 2012 | 12h04

SÃO PAULO - Cerca de 1200 servidores públicos federais da área da saúde, segundo a Polícia Militar, realizaram nesta quinta-feira, 17, uma greve na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, por aumento de salário. De acordo com a PM, o ato até agora é pacífico, sem registros de confusão, nem de invasões a qualquer um dos prédios.

Os manifestantes reivindicam, além do reajuste salarial, previdência, melhor atendimento na saúde e melhores condições de trabalho, em ato organizado com marcha prevista para seguir até a Praça dos Três Poderes. A diretora do sindicato dos funcionários (Sindprev), que encabeça a manifestação, Ana Maria de Souza, disse que os servidores formarão uma comissão para debater as propostas com os assessores do ministério. A diretora declarou será determinado o dia 31 de maio como data limite para que os interesses sejam atendidos pelo ministério. "Eles terão até o fim de maio para colocarem isso no Orçamento de 2013", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.