Servidores do DNIT são presos por desvio de verba no Ceará

ESPECIAL PARA O ESTADO / FORTALEZA

Carmen Pompeu, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2010 | 00h00

Servidores e gestores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) do Ceará foram presos ontem pela Polícia Federal sob a acusação de fraudar licitações e desviar verbas destinadas à execução de obras feitas sob a responsabilidade do órgão.

Também foram presos na Operação Mão Dupla funcionários e donos de empreiteiras. O prejuízo estimado aos cofres da União é de R$ 5 milhões, sem contar o risco social decorrente da execução de obras de infraestrutura rodoviária fora das devidas especificações técnicas.

A operação contou com 200 policiais. Os nomes dos presos não foram divulgados, mas, segundo a Superintendência Regional da PF no Ceará, entre eles estariam altos funcionários do DNIT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.