Sete feridos em incêndio em BH correm risco de vida

Permanecem internadas no Hospital João 23, em Belo Horizonte (MG), pelo menos 20 das 136 pessoasencaminhadas ao hospital com queimaduras e ferimentos provocados pelo incêndio ocorrido na casa de shows Canecão Mineiro, na madrugada de hoje. Segundo a administração do hospital, sete dos pacientes correm risco de vida por causa dasgraves queimaduras que sofreram. O incêndio matou seis pessoas. Cinco morreram na própria casa de shows e uma no Hospital João 23. Dos 136 pacientes que deram entrada no pronto-socorro do hospital, a maior parte com ferimentos leves ou intoxicadas pela fumaça, 69 já receberamalta. Outras 49 pessoas foram transferidas para outros hospitais de Belo Horizonte, algumas em estado grave, de acordo com um funcionário do Hospital João 23.Segundo relatos, o fogo teria se iniciado por volta das 2h da madrugada, durante o show de um grupo de pagode que utilizava efeitos especiais com o uso de fogos de artifício. As chamas se espalharam rapidamente pelo teto da casa de shows, feito de isopor. Segundo informações preliminares da perícia, não havia saídas de emergência no local. Em pânico, muitas pessoas foram pisoteadas ao tentar deixar o local. Muitos feridos foram retirados com o uso de cordas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.