Divulgação
Divulgação

Sete morrem em incêndio em clínica de reabilitação no Rio Grande do Sul

Vítimas estavam trancadas em quarto com grades no Centro Novos Horizontes, em Arroio dos Ratos; quatro pessoas foram hospitalizadas e três, presas

Lucas Azevedo, Especial para o Estado

21 Julho 2016 | 09h34

PORTO ALEGRE - Sete pessoas morreram em um incêndio que consumiu o prédio de uma clínica de recuperação, na cidade de Arroio dos Ratos, a 60 quilômetros de Porto Alegre, na madrugada desta quinta-feira, 21. Conforme a Brigada Militar, as vítimas estavam trancadas em uma das alas do Centro Novos Horizontes, voltado ao tratamento de dependentes químicos. Três funcionários da clínica foram presas.

Seis morreram no local por inalação de fumaça tóxica e queimaduras. Um paciente chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no hospital da cidade. Outras quatro pessoas estão sendo atendidas na instituição hospitalar.

Os mortos foram identificados como Gabriel Souza Roso, Samir Prestes Ferreiro, Paulo Herivelto, Gustavo de Brito Fagundes, Elivelton Silva, Matheus Scheidt Petrich e Adriano de Souza Antunes de Souza. Eles estavam em um quarto trancado por grades, o que impediu sua fuga.

Segundo a polícia, cerca de 40 pessoas dormiam na clínica, localizada no bairro Vila Pinho, no momento em que se iniciou o incêndio, por volta da 1 hora. Foi necessário o apoio de carros de bombeiros de cidades vizinhas para conter as chamas.

Três pessoas foram presas em flagrante: um coordenador, um supervisor e um monitor da clínica. O gerente do local esteve na clínica após o incêndio, mas foi ameaçado pelos pacientes e acabou fugindo. Ele é considerado foragido pela polícia.

Mais conteúdo sobre:
PORTO ALEGRE Arroio dos Ratos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.