Sete mortos e um sobrevivente em noite violenta em São Paulo

Sete pessoas morreram e uma está internada em estado grave em mais uma noite violenta na capital paulista. Os homicídios ocorreram entre 20h30 de ontem e 3h desta madrugada em bairros como Parque São Rafael, Ermelino Matarazzo, Itaquera e Cidade A.E.Carvalho (zona Leste); Vila Penteado, Parque Novo Mundo e Freguesia do Ó (zona Norte); além de uma tentativa de assassinato em Parelheiros, na zona Sul.Jovem morre em frente de casa na FreguesiaO jovem Carlos Alberto Galvão Delgado, de 22 anos, foi morto, com vários tiros, por volta das 22h30, em frente à sua residência, na Rua Alberto Zandoni, na Freguesia do Ó (zona Norte). Não houve testemunhas para o caso, que foi registrado no 28º Distrito Policial e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).Rapaz encontrado morto no Parque Novo MundoPor volta da 0h30 desta sexta-feira, na altura do km 228 da pista lateral sentido Rio-São Paulo da Rodovia Presidente Dutra, no Parque Novo Mundo (zona Norte) foi encontrado o corpo de Leandro Bartine Gonçalo, de 18 anos. Apesar do caso oficialmente ter sido registrado como homicídio, a polícia não descarta a hipótese de que o rapaz tenha sido vítima de um assalto e executado depois pelos criminosos. O boletim de ocorrência foi feito no 90º Distrito Policial, do Parque Novo Mundo.Abandonada atira contra nova mulher do maridoInconformada ao ser abandonada pelo marido, Roseana Pereira dos Santos, de 18 anos, foi até a casa do pai, o aposentado João Pereira dos Santos, de 68, e pegou escondida uma espingarda calibre 28. Armada, a garota seguiu até a residência onde o ex-marido vive atualmente, na Estrada da Fazenda, no bairro da Barragem, em Parelheiros, e lá atirou duas vezes contra a mulher do ex-companheiro, identificada apenas como Tatiane.A jovem ainda tentou correr e se esconder no banheiro, mas foi localizada e atingida pelos disparos. A vítima está internada em estado grave no Hospital Regional Sul, em Santo Amaro. Roseane acabou detida por policiais militares e indiciada por tentativa de homicídio no 25º Distrito Policial. O aposentado, por não ter registro da arma, foi autuado por porte ilegal de arma. A espingarda é de fabricação caseira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.