Sete ônibus têm pneus esvaziados em Belo Horizonte

Pelo menos sete ônibus tiveram os pneus esvaziados por um grupo de cerca de dez pessoas nesta quinta-feira, 15, em Belo Horizonte. A ação deixou o trânsito caótico na Avenida Pedro II, região noroeste, uma das principais vias de acesso ao centro da capital mineira.A Polícia Militar suspeita que integrantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região estejam por trás do ato. A categoria está em campanha salarial e vem promovendo paralisações diárias. De acordo com o sargento Cláudio Eustáquio, por volta das 7h50, um grupo de oito a dez homens que ocupava uma caminhonete branca desembarcou na esquina da Pedro II com rua Três Pontas. Eles aproveitaram o trânsito lento e esvaziaram os pneus dos coletivos. "Os vândalos cortaram o bico que dá entrada para o ar", disse o sargento. Ninguém foi preso. A BHTrans, empresa que administra o transporte público da capital mineira, informou que foram afetadas sete linhas de coletivos; o trânsito precisou ser desviado para ruas próximas e os motoristas enfrentaram grande lentidão.ManifestaçõesDesde o início de março, o Sindicato dos Rodoviários promove manifestações para forçar as empresas do setor a negociar um reajuste salarial maior, redução de 20 minutos da jornada de trabalho e elevação do valor do tíquete-alimentação. As negociações chegaram num impasse. Os rodoviários pedem um aumento de salário para motoristas de 71%, mas os empresários do setor só oferecem 2,93% de reajuste. "A suspeita é que essa ação tenha relação com a movimentação de greve", observou o sargento. O sindicato dos rodoviários nega o envolvimento no episódio. No início da semana, 21 ônibus foram depredados na Estação Diamante, no Barreiro, após uma paralisação de duas horas.Texto alterado às 15h23 para acréscimo de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.