Sílvio Santos deixa o Fórum e Patrícia depõe

Terminou, por volta de 10h30, o depoimento do empresário e apresentador de TV, Sílvio Santos, sobre o seqüestro da filha dele, Patrícia Abravanel, na 30ª Vara Criminal, no Fórum da Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Ele deixou o local e não falou com os jornalistas. Segundo a Rádio Eldorado, durante o depoimento, que durou 1h25 minutos e foi acompanhado pelos cinco sequestradores, Silvio relatou os fatos que ocorreram no dia em que Fernando Dutra Pinto invadiu a casa dele, no Morumbi, zona sul da capital paulista. Neste momento, está depondo a filha de Silvio, Patrícia Abravanel, a vítima do seqüestro. Ela pediu que os réus saíssem da sala de audiência, após ter feito o reconhecimento. Em seguida, falará Guilherme Stoliar, responsável pela entrega do dinheiro do resgate aos seqüestradores. Esses depoimentos devem se estender até logo mais, às 12 horas. À tarde, serão ouvidas outras seis testemunhas de acusação. Essa é a primeira vez que o empresário e sua filha prestam depoimento à Justiça. A Justiça ainda não divulgou o teor dos depoimentos. Depois da estudante, devem ser ouvidas outras sete testemunhas de acusação. Ainda hoje, o juiz Adílson de Araújo deve marcar o dia em que as testemunhas de defesa serão ouvidas. A previsão é de que o processo seja concluído até o mês de dezembro inclusive com a divulgação da sentença dos réus. Processos como esse na Justiça têm prioridade e normalmente são acelerados porque os réus estão presos. Embora haja a informação de que a greve dos servidores do Poder Judiciário estadual no Fórum Criminal da Barra Funda seja de quase 100%, o processo que apura o seqüestro de Patrícia Abravanel não está sendo prejudicado. Segundo os assessores do fórum, a paralisação dos funcionários, na verdade, é parcial e não está havendo nenhum tipo de favorecimento por envolver uma pessoa famosa, como o empresário Sílvio Santos. Eles reiteraram que a prioridade ao caso está sendo dada porque os réus estão presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.