Simão Jatene define comando da transição

Governador eleito do Pará diz que seu objetivo inicial é fazer com que 'o Estado volte a funcionar'

Carlos Mendes ESPECIAL PARA O ESTADO / BELÉM, O Estado de S.Paulo

03 Novembro 2010 | 00h00

O tucano Simão Jatene, governador eleito do Pará, escolheu seu ex-secretário Sérgio Leão para comandar a transição de governo entre a gestão da petista Ana Júlia Carepa e a dele. De acordo com Jatene, a decisão foi tomada porque Leão "é um técnico de altíssima qualidade, além de pessoa extremamente equilibrada e sensata". Ele declarou esperar toda a colaboração de Ana Júlia para que a transição ocorra sem qualquer problema.

Perguntado sobre afirmação feita pela governadora de que estaria deixando para o PSDB um governo "mil vezes melhor" do que aquele que recebeu do próprio Jatene, ele foi irônico: "Também espero um orçamento mil vezes melhor".

Jatene disse não ter engatilhada nenhuma primeira medida de impacto ao assumir o cargo, porque seu principal objetivo é "fazer com que o Estado volte a funcionar", numa crítica à atual governadora.

"Quando o Estado não funciona bem, é ruim para todo mundo, mas principalmente para a população mais carente, mais simples, que mais depende do poder público nas áreas da saúde, educação e segurança", afirmou.

O tucano anunciou ainda que, nos próximos dias, pretende fazer uma "viagem de descanso" com a família. No retorno, ele pretende começar a montagem de seu secretariado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.