Sindicalista Edivaldo Santiago sai da prisão em SP

O presidente afastado do Sindicato dos Motoristas de São Paulo, Edivaldo Santiago da Silva, que estava preso na carceragem da Polícia Federal, foi libertado hoje, por decisão da Justiça. Ele está envolvido, supostamente, em casos de propinas e na morte de um sindicalista de Guarulhos. Santiago saiu da PF escoltado por membros do seu sindicato, e chegou a ser carregado em triunfo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.