Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sindicalistas lembram alta taxa de desemprego em Salvador

O dia de sol forte fez com que milhares de trabalhadores baianos lotassem as praias de Salvador hoje no feriado do Dia Internacional do Trabalho. Muita gente participou, também, das manifestações convocadas pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) na Praça do Campo Grande, centro da capital baiana e pela Força Sindical realizada na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador. Artistas da terra animaram os trabalhadores entre os discursos dos sindicalistas que criticaram o desemprego provocado pela crise econômica.No ato da CUT, o tom do discurso foi bem mais duro que o da Força Sindical, pois os sindicalistas lembraram a alta taxa de desemprego da região metropolitana de Salvador que alcançou, em março, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 8,2%, o equivalente a mais 102 mil pessoas, economicamente ativas, desempregadas.O Dia do Trabalho também mobilizou os fiéis da Igreja de São Pedro Gonçalves do Corpo Santo, situada na Cidade Baixa, construída no século 18. No início da manhã, a Irmandade de São José do Corpo Santo promoveu uma procissão com a imagem de São José Operário, protetor dos trabalhadores, atraindo centenas de pessoas. Muitos desempregados estavam entre os fiéis e pediam a intervenção do santo para conseguir emprego.Integrantes do Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia aproveitaram o dia de hoje para anunciar a adesão à greve de 24 horas marcada para amanhã, convocada pela Federação Única dos Petroleiros. O movimento visa pressionar a Petrobras a superar o impasse na negociação da Participação nos Lucros e Resultados dos Trabalhadores da empresa referente ao exercício de 2001.

Agencia Estado,

01 de maio de 2002 | 17h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.