Sindicato protesta contra morte de fotógrafo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro divulgou nota nesta sexta-feira, em que protesta contra ?a onda de violência que assola o Rio de Janeiro?, causa da morte, nesta quinta-feira, do repórter fotográfico Wilton de Souza, do Jornal do Commercio.Por volta das 13 horas, o fotógrafo voltava de uma cobertura em um carro da empresa, quando o veículo em que viajava foi atingido por um carro roubado, que estava sendo perseguido por uma patrulha policial. O carro de Wilton foi arrastado por quase 7 metros. O acidente aconteceu praticamente em frente à sede do jornal, onde o fotógrafo trabalhava desde 1995, quando saiu de O Dia. Wilton de Souza completaria 56 anos no próximo mês.O Sindicato exige ?uma atuação firme das autoridades competentes para que, além de pagarmos impostos, possamos desfrutar do mais simples direito: o de ir e vir sem levar uma bala perdida ou ser vítima da omissão?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.