Sírio-Libanês vai recorrer de decisão da Justiça

O Hospital Sírio-Libanês vai recorrer da decisão que retirou da instituição o certificado de filantropia. A informação foi dada pelo diretor-administrativo do hospital, Edison Tayar, por meio da assessoria de imprensa.O pedido de renovação do certificado de filantropia tinha sido negado pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) havia dois meses. Mas o hospital obteve, em seguida, uma liminar que determinava a renovação.Nesta quarta-feira, o desembargador Luciano Tolentino Amaral, do Tribunal Regional da 1ª Região, suspendeu a liminar. Para ter certificado de filantropia, é preciso que os hospitais reservem 60% do atendimento ao SUS. O Sírio-Libanês não atende essa exigência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.