Sirkis mostra desânimo e também ameaça deixar PV

Candidato até meados da semana passada a apagar o fogo entre o grupo da ex-senadora Marina Silva e o do presidente nacional do PV, José Luiz Penna, o deputado Alfredo Sirkis (RJ) agora ameaça deixar a sigla.

Fernando Gallo, O Estado de S.Paulo

21 de junho de 2011 | 00h00

Em um texto intitulado Nossa condição de permanecer, o deputado expõe em seu blog dezenas de mudanças que crê necessárias para a superação do que chama de "gravíssima crise no PV". Os pontos são basicamente os mesmos que vêm sendo apresentados pela Transição Democrática - ala na qual se encontram Marina e seu grupo de apoio.

Dizendo ter abandonado o otimismo da semana passada, quando achou que chegaria a um entendimento com o presidente do PV, Sirkis agora diz não alimentar muitas esperanças de acordo.

"Eu achava que chegaria a um entendimento com o Penna a respeito das coisas que coloquei no blog. Ele concordou genericamente, mas, na hora de avançar para uma coisa mais específica, ele pediu uma semana para fazer uma contraproposta", disse.

Em outro texto, intitulado À beira da tragédia política, critica duramente Penna e a secretária de assuntos jurídicos do PV, Vera Motta, que na semana passada afirmou que o partido não perderia nada com a saída de Marina.

As falas do deputado são entendidas no partido como uma manifestação de que ele e o ex-deputado Fernando Gabeira se cansaram e estão próximos de deixar a legenda. Sirkis afirma que uma decisão deve ser tomada até o fim do mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.