Sistema Anchieta-Imigrantes ganha radares

Os motoristas que utilizarem a partir de hoje o Sistema Anchieta-Imigrantes, administrado pela Ecovias, devem evitar o excesso de velocidade. A partir da zero hora, passam a funcionar 2 dos 16 radares fotográficos que estão sendo instalados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Os equipamentos ficam nos km 27 da Imigrantes e 19 da Anchieta. Ao fim do trabalho, serão dez aparelhos fixos e seis móveis.Quem ultrapassar o limite de velocidade, que varia de 60 a 120 quilômetros por hora, será multado. Até 20% acima da velocidade permitida, a falta é considerada grave, com perda de 5 pontos na carteira, além de multa de R$ 127,69. Acima desse porcentual, a falta é gravíssima, com 7 pontos na carteira e multa de R$ 574,61.Segundo técnicos do DER, o principal objetivo é reduzir em 30% o número de mortes. A meta está sendo alcançada nas concessionárias que já instalaram radares - AutoBAn, Renovias, Viaoeste e Centrovias. Nas rodovias, o número de mortes caiu 37 68% de fevereiro a junho de 2001, em relação ao mesmo período de 2000, passando de 138 para 86 casos.A partir de hoje, as rodovias de Ribeirão Preto terão 34 pontos para radares. Os equipamentos foram cedidos por três concessionárias.

Agencia Estado,

01 de agosto de 2001 | 09h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.