Site de Dilma terá 'característica de blog'

A presidenciável Dilma Rousseff lança hoje um site pessoal, em encontro com blogueiros. Preocupada em não ferir a Lei Eleitoral, que proíbe propaganda antecipada de candidatos na internet, o comando da campanha petista consultou vários juristas, entre o quais Márcio Thomaz Bastos.

, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2010 | 00h00

Dirigentes do PT afirmam que o site de Dilma terá "características de blog" e, por enquanto, não abrigará conteúdo eleitoral, tarefa quase impossível diante da dificuldade de controlar os internautas. O PT quer ter exército de 200 mil filiados na internet. O cálculo tem como referência os cadastrados na rede de e-mails do partido, que devem atuar como guerrilheiros da blogosfera, convencer o eleitor a votar em Dilma e rebater ataques contra ela.

Nos últimos dias, circularam na internet e-mails com as inscrições "Dilmata" e "Dilmentira". "É inacreditável o rebaixamento político daqueles que querem atingir a imagem de Dilma", disse o deputado José Eduardo Martins Cardozo (PT-SP). "Comportamentos dessa natureza só se justificam pelo desespero eleitoral e pela afirmação de que, para alguns, a disputa pelo poder é um vale tudo." Para Cardozo, o tiro dos adversários sairá pela culatra. "Essa estratégia afasta mais eleitores do que ganha", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.