Sítio em MG tinha mais de 2 mil kg de maconha

A Polícia Militar de Minas Gerais apreendeu, na madrugada desta segunda-feira, 2,8 toneladas de maconha em um sítio, no distrito de Chapéu D´Uvas, a 35 quilômetros de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.Três pessoas foram presas: Márcia Helena Nodron, Luciana Macena da Silva e Maurício Pantani. A descoberta da droga aconteceu após um patrulhamento de rotina da corporação.Os policiais chegaram ao sítio depois de encontrar seis tabletes de maconha com dois suspeitos detidos. As investigações levaram ao sítio, na zona rural da cidade mineira, onde foram encontrados dois revólveres calibre 38. A droga estava em um cômodo da casa, prensada e embalada em 64 fardos.A Polícia Civil acredita que a maconha, provavelmente originária do Paraguai, seria comercializada em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Os presos foram encaminhados para a delegacia de polícia local. A PM suspeita de que eles estejam usando nomes falsos e investiga o envolvimento de outra pessoa. Juiz de Fora é considerada um dos corredores do tráfico na Região Sudeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.