Situação começa a se normalizar e atrasos caem para 15,6%

Após dois dias de caos, a situação começou se normalizar nos principais aeroportos do País nesta terça-feira, 20. Segundo boletim parcial divulgado pela Empresa Brasileira de infra-estrutura Aeroportuária (Infraero), até as 8 horas, dos 398 vôos programados, 62 apresentam atrasos superiores a uma hora, o que corresponde a 15,6% do total.Nesta terça-feira, o Diário Oficial oficializou a autorização para contratação temporária de 60 controladores de vôo. A autorização havia sido dada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no fim de 2006 e determina a contratação por no máximo dois anos de "pessoal imprescindível a controle de tráfego aéreo".A contratação poderá ser feita por processo seletivo simplificado ou, "caso a urgência impeça a realização do processo seletivo", mediante a análise de curriculum vitae e "à vista de notória capacidade técnica profissional". AtrasosDe acordo com o site da Infraero, no Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, quatro chegadas estavam atrasadas. Um vôo da Gol que deveria ter pousado às 6h32, vindo de João Pessoa, foi transferido para às 9 horas.O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, de acordo com a Infraero, registrava também quatro vôos atrasados, entre chegadas e partidas. Os atrasos chegavam a duas horas. Mas a situação era bem mais calma em relação a segunda-feira. O caso mais complicado era de um vôo da Gol que deveria ter pousado às 6h59 e chegou no aeroporto às 8h52.O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, apresentava apenas dois atrasos, de acordo com a Infraero. Os atrasos chegavam a 1h40, situação bem diferente da verificada na segunda, onde os atrasos chegavam a até três horas.Texto alterado às 13 horas para correção de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.