Situação é tranquila nos principais aeroportos do País

A situação ainda é tranqüila na manhã desta quinta-feira, véspera de feriado, nos principais aeroportos do País. De acordo com o site da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, tinha até às 9h30 apenas dois atrasos. Já o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, o site da empresa que administra os aeroportos apresentava oito atrasos e dois cancelamentos. Metade dos atrasos são decolagens que deveriam ter partido às 8h50 para Belo Horizonte, Goiânia, Brasília e Rio de Janeiro e, até o momento, não apresentavam horário previsto para partir. Nas chegadas, o caso mais complicado é um vôo da companhia Oceanair que deveria ter pousado às 9h00 vindo de Santiago, no Chile, mas, até o momento, não tinha previsão de chegar. A situação está complicada no Aeroporto Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, de acordo com o site da Infraero. Até às 9h30, o aeroporto registrava 20 vôos atrasados entre chegadas e partidas. Nas chegadas, o caso mais complicado é de um vôo da companhia Gol vindo do Recife que estava previsto para pousar às 9h40, mas foi confirmado para às 11h50. Já nas partidas, um vôo da companhia Varig deveria ter partido com destino à Buenos Aires às 7h30, mas só sairá do Rio de Janeiro às 14h30. O Aeroporto Santos Dumont, também no Rio, apresentava apenas dois atrasos, que não ultrapassavam meia hora, e dois cancelamentos. Já no Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, a situação é tranqüila com apenas um vôo fora de horário. No Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, de acordo com o site da Infraero, às 9h30, apresentava três atrasos entre chegadas e partidas. A espera não ultrapassava a meia hora.

Agencia Estado,

05 Abril 2007 | 09h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.