Situação permanece normal nos principais aeroportos do pais

8,7% dos vôos do País estão atrasados e 5,6% das decolagens previstas foram canceladas

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

27 de dezembro de 2007 | 14h49

A situação permanece normal nos principais aeroportos do Brasil, de acordo com o último balanço divulgado pela Infraero. Da zero hora desta quinta-feira até 14 horas, dos 1058 vôos programados, 92 tiveram atrasos superiores a uma hora, ou seja, 8,7%. Outros 59 acabaram sendo cancelados, o que corresponde a 5,6%.  O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, lidera o número de cancelamentos em todo o País. Dos 132 vôos previstos até 13 horas, oito sofreram atrasos iguais ou maiores que uma hora, mas outros 17 foram cancelados. Já o Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos, registra o maior número de atrasos a nível nacional. Também até 13 horas, dos 141 vôos programados, 21 atrasaram uma hora ou mais. No entanto, apenas três vôos acabaram sendo cancelados, o equivalente a 2,1%. No Rio de Janeiro a situação também não é alarmante. No aeroporto Santos Dumont, não houve nenhum atraso superior a uma hora e 5 (12,8%) vôos foram cancelados dos 39 previstos. Já no Galeão, do total de 96 vôos, 5 (5,2%) sofreram atrasos e 7 (7,3%) foram cancelados.  Nos demais aeroportos o cenário é tranqüilo. Salvador registra 9 atrasos, o que corresponde a 17% do total de 53 decolagens previstas, e apenas 1 cancelamento. Brasília, com 78 vôos, tem exatamente o mesmo número de atrasos e de cancelamentos que o aeroporto de Salvador.

Tudo o que sabemos sobre:
AEROPORTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.