Situação tranquila nos principais aeroportos do País

O movimento é tranqüilo nos principais aeroporto do País nesta segunda-feira, 30, feriado prolongado do Dia do Trabalho, de acordo com o site da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). O Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, até às 9h40, tinha apenas um vôo fora de horário. O vôo da companhia Pantanal procedente de Juiz de Fora deveria ter aterrissado às 9h04, mas, de acordo com o site da Infraero, ainda não tem previsão de chegada. Já o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, registrou oito atrasos entre chegadas e partidas. O caso mais complicado é de um vôo da companhia TAM que deveria sair às 9h10, com destino à Londrina, mas ainda não tem previsão de partida. O site da Infraero apontou também 18 cancelamentos, entre chegadas e partidas, da empresa aérea Gol. A companhia informou que o cancelamento das operações já estava programado. O Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, não apresentou atrasos até às 9h40, mas também foi afetado pelos cancelamentos da companhia Gol. De acordo com o site da empresa que administra os aeroportos, Brasília registrou oito vôos cancelados da empresa, todos domésticos. O número de vôos fora de horário no Aeroporto Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, chegou a oito, até às 9h40. Segundo informações do site da Infraero, as demoras não ultrapassam duas horas. Um vôo com destino Argentina, foi inicialmente previsto para sair às 13h10 e ocorrerá apenas às 14h40. O Aeroporto Santos Dumont, também no Rio de Janeiro, não registrou, até às 9h40, nenhum vôo atrasado. Mas o site da Infraero informou que oito vôos, todos domésticos, foram cancelados.

Agencia Estado,

30 Abril 2007 | 10h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.