Sobe número de acidentes e mortes em estradas federais na BA

Foram registrados 25 acidentes a mais nas BR's que cortam o Estado entre 5ª e domingo; houve uma morte a mais

Tiago Décimo, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2009 | 16h01

O balanço do movimento nas rodovias federais que passam pela Bahia durante o feriado de Páscoa, divulgado na manhã desta segunda-feira, 13, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), apontam forte aumento no número de acidentes, com relação ao feriado do ano passado. Foram registrados, entre quinta-feira e domingo, 114 acidentes, 28,1% a mais do que o registrado na Páscoa de 2008 (89). Houve uma morte a mais, este ano, do que no ano passado (9, ante 8) e a quantidade de feridos subiu de 59, em 2008, para 71 (elevação de 20,3%).

 

Veja também:

linkAumentam acidentes em BRs em SP, mas diminuem mortes

linkParaná registra menos mortes nas estradas durante a Páscoa

 

Segundo a assessoria de comunicação da PRF, a imprudência foi o principal causador dos acidentes. A constatação pode ser medida, segundo o órgão, pela quantidade de autuações por ultrapassagens proibidas, que chegaram a 519 nos quatro dias da Operação Páscoa. A PRF também informou ter realizado cerca de 500 testes de embriaguez nas rodovias federais, durante o feriado, flagrando 49 condutores que haviam ingerido bebidas alcoólicas antes de dirigir.

 

Nas rodovias estaduais baianas, por outro lado, houve redução no número de acidentes e de mortes. Enquanto no feriado de Páscoa do ano passado foram registradas 34 colisões, com quatro mortes, este ano houve 28 acidentes, com três mortes - quedas, respectivamente, de 17,6% e 25%. A quantidade de feridos, porém, cresceu de 18, em 2008, para 30, este ano, aumento de 66,7%.

Tudo o que sabemos sobre:
estradas federaispáscoalei seca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.