Sobe o número de desabrigados devido à chuva no Rio

Apesar da interrupção das chuvas que atingiram o Estado do Rio de Janeiro nos últimos dias, o número de desabrigados aumentou nas últimas 24 horas. De acordo com boletim divulgado pela Defesa Civil, o número de pessoas sem moradia, subiu de 473, no sábado, para 541 hoje. Já o de desalojados caiu de 1.473 para 1.197. Isso porque, dezenas de famílias de desalojadas tentaram retornar às suas casas mas constataram que o temporal causou danos grandes nos imóveis, que não podem mais ser habitados."Depois que a água dos rios que transbordaram baixou, como o Pomba e o Paraíba do Sul, os moradores voltaram para suas casas, mas, infelizmente, não conseguiram ficar porque viram que não há condições. A chuva causou um estrago grande demais", disse o secretário de Defesa Civil do Estado, coronel Carlos Alberto de Carvalho.O secretário está preparando um relatório sobre a situação dos municípios mais atingidos que será entregue amanhã pelo governador em exercício Luiz Paulo Conde ao ministro da Casa Civil, José Dirceu, durante encontro em Brasília. O governo do Estado quer a liberação de R$ 12 milhões prometidos em dezembro para reparar danos causados pelas enchentes.A forte chuva que caiu no Estado fez 11 vítimas. Permanece desaparecido o adolescente Charles Fabiano Júnior, de 13, arrastado pelas águas do rio Acari, em Honório Gurgel (zona norte), na tarde de sexta-feira. Ele estava em companhia de um amigo, Richard Jorge de Mello Marinho, de 17 anos, que morreu afogado e foi resgatado na manhã de sábado.

Agencia Estado,

18 de janeiro de 2004 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.